Ativos de Baixo Giro

Você sabe realmente o que quer dizer Retorno Sobre o Patrimônio Líquido? Extremamente fácil de calcular, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido, (ou do inglês “Return On Equity” – ROE) é uma arma poderosa no arsenal do investidor, se ele conseguir entender exatamente para que serve. O Retorno sobre o Patrimônio Líquido engloba três “alavancas” a disposição da administração para acelerar ou desacelerar uma empresa: a lucratividade; a administração de ativos; e a alavancagem financeira. Entendendo o Retorno sobre o Patrimônio Líquido como uma composição dessas três alavancas a disposição da administração, os investidores poderão ter uma boa idéia do tipo de Retorno sobre o Patrimônio Líquido que poderão esperar, e da capacidade administrativa da empresa. O Retorno sobre o Patrimônio Líquido é calculado dividindo-se o lucro obtido naquele ano pelo Patrimônio Líquido Médio do mesmo ano. O Lucro vem do Demonstrativo de Resultados e o Patrimônio Líquido do Balanço Patrimonial, que estão disponíveis gratuitamente no site da CVM. (existem outras variações como, por exemplo, utilizar o Patrimônio Líquido do ano anterior, ou o Lucro médio dos últimos cinco anos. Os lucros podem também ser anualizados. Uma forma de estimá-los é somar os quatro últimos resultados trimestrais disponíveis. Os investidores devem ter cuidado para não anualizar resultados de um negócio sazonal onde todos os resultados estão concentrados em um ou dois trimestres). Patrimônio Líquido é a diferença entre Ativos e Passivos existentes no Balanço Patrimonial. Assumimos que esses ativos (sem os passivos correspondentes) são função direta do capital que o acionista colocou no negócio originalmente, assim que ele foi criado. Logo, o Patrimônio Líquido é uma convenção contábil que representam os ativos que foram gerados pelo próprio negócio. A forma mais comum de encontrarmos o Patrimônio Líquido é na forma de valor patrimonial por ação. Valor patrimonial por ação é o Patrimônio Líquido total dividido pelo número de ações existentes. Um valor contábil do negócio que não leva em consideração seu valor econômico intrínseco nem seu valor de mercado. Um negócio que cria bastante Patrimônio Líquido é um bom negócio porquê os investidores que criaram o empreendimento poderão ser recompensados pelos resultados auferidos pelas operações do negócio. Um negócio que possui alto Retorno sobre o Patrimônio Líquido é um negócio que paga condignamente os seus acionistas, criando ativos substanciais para cada real investido. Esses negócios são auto-sustentáveis, pois não necessitam de empréstimos ou investimentos adicionais em Patrimônio para continuar...
Saiba mais...

Soluções para Estoques de Baixo Giro

Estoques de Baixo Giro: A gestão de estoque é uma ferramenta essencial para apoiar os principais propósitos de toda empresa: lucro e a satisfação dos clientes. “Quem faz um controle eficiente do estoque, frequentemente, consegue praticar melhores preços, atende com agilidade e tem mais qualidade no serviço prestado ou produto comercializado”, ressalta Reinaldo Messias, consultor do Sebrae-SP. Ele explica que uma gestão de estoque feita de maneira adequada é aquela que, preocupada com o capital do negócio, está sempre respondendo a cinco questões básicas: Onde estocar? Avalie o espaço físico da área de estocagem: escolha o ambiente, que permita as melhores condições de armazenamento, visualização, acesso e controle dos artigos. O que está estocado e o que devo estocar? Tudo pode, mas nem tudo deve ser estocado, principalmente, se for em quantidade não adequada com o consumo previsto. Tudo vai depender dos riscos que se corre em deixar acabar o item no estoque e o que este fato altera a relação com o cliente, considerando ainda o risco de sobrar material com validade inadequada ou fora de moda. Na prática: suponha que em sua loja de roupas num centro comercial qualquer, você tenha uma vitrine, iluminada por 10 pequenas lâmpadas, onde são expostos os artigos que você mais deseja comercializar. Você necessita ter lâmpadas em estoque? Provavelmente não, pois se alguma queimar você pode providenciar sua reposição a qualquer momento, além do que uma lâmpada a menos não fará grande diferença para o desempenho da atividade. Por outro lado, se a vitrine tiver uma peça que não haja no estoque, você perde chance de promover uma boa venda e deixa seu cliente insatisfeito. Quanto estocar e por quanto tempo? Pense nas seguintes regras para responder a essa pergunta: o estoque não deve estar alto quando o caixa (dinheiro disponível) está baixo; e o nível dos estoques deve acompanhar a venda dos produtos. Quando se tem uma previsão de vendas para o próximo período e as quantidades estocadas de cada artigo, basta acrescentar o tempo e a quantidade mínima exigida pelo fornecedor para repor os artigos a serem estocados. Na prática: supondo uma venda de 10 unidades de uma determinada linha de artigos por dia e se seu prazo para reposição for de três dias, deveremos fazer um novo pedido quando a quantidade percebida em estoque for de trinta unidades, mais uma segurança para eventuais atrasos. É sempre bom, periodicamente,...
Saiba mais...


Liquidation - Sobras Salvados Refurbished Pontas de Estoques e Logística Reversa Sobras de Estoques, Ativos de Baixo Giro, Salvados, Refurbished, Excesso de Estoque, Pontas de Estoques, Outlet, Corporate Barter e Logística Reversa., Se sua empresa necessita rapidamente de espaço, armazenamos suas Sobras de Estoques em nosso armazém e cuidamos de vendê-lo através do serviços de venda vend excesso de estoque, sobras de estoques, ativos de baixo giro, salvados, pontas de estoques, outlet, logística reversa, corporate barter, refurbished, atacado, atacadista, comprar, vender, venda consignada